Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


VONTADES

por avidarimar, em 14.04.15

Simples como palhas     E fenos

Doces como corações amenos

Claras como as águas dos rios

Pilar de todos os desafios

Estrada de todas as pontes

Buscando outros horizontes.

 

Concretas como os sonhos

Distantes            Nos pesadelos medonhos

Reais como as nuvens

Enérgicas como os jovens

Brilhantes           Como as estrelas

Pintadas com aguarelas.

 

Escondidas como as vergonhas

Se tristes             Não as proponhas

Apaixonadas     Por seres perfeitos

Livres de preconceitos

Leves como as gaivotas

Elásticas quanto afoitas.

 

São as indomáveis vontades

De nós                 Singelas verdades

São-no a nossa espada guerreira

A estrutura primeira

Da afirmação consciente

Do ser enquanto gente.

 

É o elemento primário

Do percurso diário

Razão que sustenta o mundo

Para o sentir mais profundo

É de mim             concurso justo

Para o deixar mais robusto.

 

LUMAVITO

08/01/2015

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:39



Pretendo abordar diversos temas da vida de um país, em claro desespero de sintonia entre governados e governantes. A forma pretende ser a poesia, com mais preocupação pelo conteúdo da mensagem que pela forma de estilo.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D