Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


VIDA DE GATO

por avidarimar, em 15.06.15

150408 IMG_0007.JPG

150515 IMG_0072.JPG

 

 O gato mal está

Está ali

Faminto

Pelado

Cadavérico

Arrasta-se no muro

Quase desfalecido

 

Já tinha sido

Animal de estimação

Ultimamente

Perdeu o pelo reluzente

O dono achava-o remeloso

Fez-se à vida de rua

 

Morreu trucidado

Por um cão vadio

À porta da quinta

 

Agora o dono diz

Coitado do bicho

Em pequeno era tão brincalhão

A senhora derrama

Lágrimas de crocodilo

E o menino

Fez-lhe um funeral digno

 

Tão queridos que eles estão

 

A minha senhora

Não gosta de gatos

Dentro de casa

 

Por esta minha restrição

O meu gato

Que está por nascer

É bem tratado

Felpudo

Anafado

Tem um guizo ao pescoço

Ronrona à lareira

Afia as unhas

No tapete

Mas não arranha

Tem um bigode

Que faz inveja

Ao barbeiro do meu bairro

 

Quando as senhoras pilecas

Veem o meu gato

Ficam aborrecidas

Maldito bicho

Sempre a dormir

O estupor do dono

Não se incomoda

E nos tempos de ócio

Brincamos no chão da sala

Com uma bola

E um cordel

Estou tão feliz com ele

Já aprendi a miar

Se me picam

Sem que se note

Arranho

Bem mais que o bicho

 

LUMAVITO

14/06/2015

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:20



Pretendo abordar diversos temas da vida de um país, em claro desespero de sintonia entre governados e governantes. A forma pretende ser a poesia, com mais preocupação pelo conteúdo da mensagem que pela forma de estilo.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D