Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


VIAGEM

por avidarimar, em 01.02.16

Em terra plana entre socalcos

O ruído da chuva intensa do inverno

Das mãos a casa sobre a rocha

Erguer

Com barro e lágrimas

Argamassa como cola

Brotam sentimentos como raízes

E filhos

Os choupos vergastados pelo vento

E os pardais migrantes

Rumo ao sul

 

O eco do tempo em rodopio

Como a fúria do furacão

Faz-se ouvir ao longe

E longe vai a esperança

E o desejo

Em renovação constante

 

E os sonhos erguem-se

Em paraísos enraizados

Na outra vertente do hemisfério

 

Memória é uma viagem

Gravada nas vestes do peregrino errante

Sem santuário para orar

Nem poiso de descansar

Como rolo compressor

Fica gravada nas estórias do tempo

Ressuscitando como lenda

Na magnitude da história

 

LUMAVITO

20160201

CLXVII

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00



Pretendo abordar diversos temas da vida de um país, em claro desespero de sintonia entre governados e governantes. A forma pretende ser a poesia, com mais preocupação pelo conteúdo da mensagem que pela forma de estilo.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D