Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


VERBALMENTE  LISBOA SUBSTANTIVA

por avidarimar, em 06.08.15

Calçada preta e branca                 Rendilhada         Na avenida

Ruas fervilhantes            De luz   Cheias de vida

Olhar errante dos transeuntes

Em rápidas incursões     Pelas montras

O sol nas águas do lago                E no banco de jardim

Jovens aos magotes      Em permanente festim

 

Imponente        A ponte               Por cima da cidade

Comboios serpenteantes           Em alta velocidade

Os cacilheiros nervosos                               Em fio

O Tejo                  E as águas do rio

Buliçosas             Ao longo da margem

Ao desafio          Com os olhos da garotagem

 

Na praça              Ao luar                 o bailarico

Na viela à janela o manjerico

O gato o melro E o voo da gaivota

O petiz atrás da bola      e a garota

Pregões               Incendiados       De varina

E o castelo          Sobranceiro       No topo da colina

 

Os carris              Do elétrico amarelo

Entradas para o metro                  Lá no fundo

Autoritário         O semáforo       Vermelho

O cão    O mendigo         E o velho

No silêncio         soberbo

As gentes da cidade       O acervo             Sem verbo

 

LUMAVITO

15/03/2015

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:10



Pretendo abordar diversos temas da vida de um país, em claro desespero de sintonia entre governados e governantes. A forma pretende ser a poesia, com mais preocupação pelo conteúdo da mensagem que pela forma de estilo.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D