Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


SOSSEGO

por avidarimar, em 12.06.15

Se algum dia sem aviso

Eu saltar o muro desta cerca

Das pessoas com juízo

Não me sigam mais

Nem me tentem deter

Deixem-me saltar os quintais

Até ao alvorecer

 

A essa respeitosa gente

Que integra se afigura

Ácido consciente

Deveras sanguessuga

Fala-lhes da minha loucura

E dá-me tempo para a fuga

 

A minha fábrica de ideias

Carece de sossego secular

Pra escutar a balada do homem comum

Como a brisa que corre branda

Melodicamente de embalar

Em prol de quem debanda

 

LUMAVITO

12/06/2015

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:41



Pretendo abordar diversos temas da vida de um país, em claro desespero de sintonia entre governados e governantes. A forma pretende ser a poesia, com mais preocupação pelo conteúdo da mensagem que pela forma de estilo.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D