Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


PRIMATAS

por avidarimar, em 07.07.15

Depois de sepultada a carcaça

E em que nem os bichos

A conseguem corroer

Quero reencarnar em pássaro

Sem limites terrenos

Assumir a cor das papoilas

Despontar do bolbo do lírio

No mês de Abril

De madrugada

 

Erguer-me na forma de camélia

Ou de uma orquídea

Ou talvez até de nada

Quero regar o meu canteiro

Dispor as sementes

Em vasos virados ao sol

Um sorriso em tons de violeta

E sempre que achar oportuno

Serei sobreiro oliveira

Macieira ou damasqueiro

Ou ave de rapina

Só não quero

A figura evoluída de primata

De tão pútrida a alma

Fedem em vida

Desde que crescem

 

LUMAVITO

07/07/2015

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:16



Pretendo abordar diversos temas da vida de um país, em claro desespero de sintonia entre governados e governantes. A forma pretende ser a poesia, com mais preocupação pelo conteúdo da mensagem que pela forma de estilo.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D