Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


PALAVRAS

por avidarimar, em 06.05.16

Armas que são palavras

E palavras que são projéteis

Elementos que se vestem de projeto

Da paz pelo núcleo das palavras

Na forja das palavras marteladas em concerto

Com elas cinicamente se faz a guerra

Com palavras a amizade prolifera

 

Com o sol das palavras floresce a árvore

E o fruto verde em crescimento

O fruto maduro que se colhe

Palavra é fruto podre que cai ao chão

E se rejeita à hora da refeição

 

Palavra é vida temperada com amargo

E o lado doce da existência

Palavra é bomba que estoira a nossos pés

E perfume que se espalha de lés a lés

Manada desgarrada à solta

E chilrear da passarada à nossa volta

 

Palavra é euforia e lamento

É ser e expressão do sentimento

Palavra é sorrir e chorar de frustração

Palavra é razão e o ensejo

De viver nas malhas do desejo

Ignorando as algemas da ilusão

 

Palavra é mentira frente ao espelho

Não aceitando a imagem da verdade

Palavra é caracter de escritura

Ao sabor das notas da partitura

Palavra é honra e faz de conta

Que encarna a dor que nos afronta

 

Palavra embaixador dos sentidos

E o porta voz de tempos idos

Palavras que são atos

E as suas omissões

Com elas se enunciam entraves

E com elas chegam as soluções

 

Linguagem      universo de palavras

Ou babilónia da expressão

Palavras que são calor e são o frio

Sons balbuciados ao desvario

Palavras são a brisa da saudade

A face vertical da dignidade

Palavras usadas com razão

 

Palavra é prémio e castigo

É conforto vindo de amigo

Com elas se percorre o vale

Vivendo nas palavras o silêncio

Provando do mel

E do fel

Palavra confirmação e prenúncio

Palavra património imaterial

Com palavras                         da terra se nasce

Com elas a morte se arremessa

Com elas naturalmente se morre

Sem mais palavra

E sem pressa

 

LUMAVITO

20160114

CLXIII

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:12



Pretendo abordar diversos temas da vida de um país, em claro desespero de sintonia entre governados e governantes. A forma pretende ser a poesia, com mais preocupação pelo conteúdo da mensagem que pela forma de estilo.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2016

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D