Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


NEVOEIRO

por avidarimar, em 14.04.15

Neste meio bucólico

Escorrendo das encostas

A água desce barrenta

Instala-se espírito melancólico

Só as sebes mais próximas dão mostras

Quando o nevoeiro cresce

E assenta

 

Aloja-se o frio das pedras

O ar despido das árvores

Pisando selvagens          As ervas

Sem que se vislumbre o além

Em redor             Ninguém

O casaco apertado

De quem deste desconforto

Medo não tem

Por viela              Ou caminho torto

Errante                A qualquer lado

Meio vivo           Meio morto

 

Visível   Só a sombra do nariz

À frente              Mais dois palmos

Objetos                               Formas difusas

Indefinidas         No olhar

Não há pássaros              Não há flores

Não se ouve o chilrear 

Não se sentem os odores

A não ser das coisas húmidas

Trespassadas de bolores

 

Gélido                  Registo o momento

Sem grandes energias

Sem luz que se veja

Sejam noites     Sejam dias

Ar cansado         Mãos frias

Arrepiante         Calma a pairar

Por fora               E por dentro

Não há sol          Não há vento

Rosas murchas no quintal

E nos riachos     A água corre

Alegremente

Forte é a torrente

Cada vez             Com mais caudal

 

LUMAVITO

17/01/2015

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:44



Pretendo abordar diversos temas da vida de um país, em claro desespero de sintonia entre governados e governantes. A forma pretende ser a poesia, com mais preocupação pelo conteúdo da mensagem que pela forma de estilo.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D