Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


NA PENUMBRA

por avidarimar, em 21.08.15

Sinto-me perseguido pelas colinas

Jornada de sombras do enigma

Dilui-se o vale e a encosta

O nítido breu no meu olhar

Já não estou no que ficou

Só o fantasma das trevas me acompanha

 

Na penumbra sedosa do riacho

As sombras agitam-se

Como corpos esvaziados

 

Por entre o dogma da noite

Escutam-se os sussurros

Nos recortes latejantes do arvoredo

E o moinho consome

Toda a água que corre silenciosa

 

LUMAVITO

20150819

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24



Pretendo abordar diversos temas da vida de um país, em claro desespero de sintonia entre governados e governantes. A forma pretende ser a poesia, com mais preocupação pelo conteúdo da mensagem que pela forma de estilo.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D