Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


ESTA CRENÇA QUE ME MOVE

por avidarimar, em 11.08.16
Não sei se é fé
O indomável ensejo de vencer
E de me suplantar como ser
Ou se é férrea vontade
De me vencer a mim
E não aos outros
Por pretensa rivalidade
 
E se disser que é por fé
Que as montanhas se movem
Minha santa sociedade
E do alto do púlpito
Aplaude em uníssono
Bem alto diz “ámen”
Sem se aperceberem
Deste mundo homófono
Apregoando que o destino
É obra do divino
 
Se à vontade se aliar coragem
“É apenas mais um
Que se esfalfa desalmado
Corre sem saber para que lado
E sem nexo algum”
 
Se essa força que dizem interior
Que desloca a montanha
Seja lá o que for
Porque não pelos nomes
Simplesmente chamar os bois
E se a vontade é pertença humana
Porque não intuir
Que a montanha mundana
Se move depois
Da humana vontade
No caracter se fundir
Porque só o humano espirito
Inventa eternidade

 

 

LUMAVITO

CLXXX

20160810

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:36



Pretendo abordar diversos temas da vida de um país, em claro desespero de sintonia entre governados e governantes. A forma pretende ser a poesia, com mais preocupação pelo conteúdo da mensagem que pela forma de estilo.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D