Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


DESEJOS INSACIÁVEIS

por avidarimar, em 08.08.15

Os teus olhos brilham

Como depósitos de intensos desejos

A carne e o sangue fervilhantes

Corpos nus entrelaçados

Saciados no instinto natural

 

A voz encorpada em sussurros

Olhares coniventes cruzados

Esboçam sorriso de malícia

Talvez antes de regozijo

Como se o mundo não existisse

Nestes momentos

E o segredo do instante

Fosse só nosso

 

Nas tuas mãos suadas

As emoções escorrem entre dedos

As unhas cravadas na minha tez

Em vez de dor

Um impulso enorme

De exultação

Agitam-se os poros no êxtase

Da alma ao rubro

No silêncio do nosso cantinho

 

Sonhar a vida longa

Com o tónico do prazer

E do encanto permanente

Como se a força física

Fosse diploma conquistado

E o pudéssemos exibir

Para lá dos noventa anos

E essa pujança

Fosse irmã gémea do desejo

E a voz do amor

Fosse o silêncio

O grande contentor do desejo

Poder inflamado da paixão

 

LUMAVITO

2015/08/08

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:57



Pretendo abordar diversos temas da vida de um país, em claro desespero de sintonia entre governados e governantes. A forma pretende ser a poesia, com mais preocupação pelo conteúdo da mensagem que pela forma de estilo.

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D